Arquivo da seção 'Na telona'

20/04/2016 // Na telona

O novo filme dos irmãos Coen

Muito mais do que uma sátira noir ou um compilado de caricaturas, o novo filme dos irmãos Coen faz uma verdadeira homenagem aos filmes e às figuras emblemáticas do cinema dos anos 40 e 50. Revisitando o glamour da Old Hollywood, a dupla consegue caminhar pelos bastidores dos gêneros clássicos com a mesma sagacidade de seus filmes anteriores – sem, nesse caso, abusar das doses de cinismo. Ave, César!, muito além de seu teor satírico, é um tributo ao próprio cinema. Repleto de histórias paralelas (que se unem em prol de um retrato da época), o filme se destaca em […]

13/04/2016 // Na telona

A juventude: lirismo na telona

Ela nunca foi unilateral. Vagando pelas margens das mais profundas referências, a arte sempre se conservou transcendental. E essa palavra, que, agora, não para de ressoar em minha mente, descreve com excelência A juventude (La giovinezza), nova obra do diretor italiano Paolo Sorrentino. Como arte, é catarse. Como poesia, é lírica. Assim classifico, de antemão, esse filme: como uma peça repleta de lirismo. Depois de A grande beleza (2013), longa premiado com o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, Sorrentino resolveu continuar nos deleitando com as incríveis imagens que coloca na tela. Com a fotografia assinada por Luca Bigazzi, A juventude, […]

06/04/2016 // Na telona

Em breve na telona: Os anarquistas

A Semana da Crítica do Festival de Cannes, mostra paralela organizada pelo Sindicato de Críticos de Cinema da França, foi aberta, em 2015, com uma expectativa admirável em torno de um drama para lá de aventureiro. Tratava-se do novo filme da atriz Adèle Exarchopoulos, que nos encantou em Azul é a cor mais quente (2013). Em Os anarquistas (Les anarchistes), contudo, Adèle vive Judith Lorillard, uma revolucionária ligada, como o próprio título denuncia, ao movimento anarquista e a todos os seus ideais. Com a direção assinada por Elie Wajeman, o filme se passa na Paris de 1899, durante a Terceira […]