18/12/2015 // Valentina Mag

Fundação Ema Klabin: história e arte

Quem já conferiu o nosso editorial-capa de dezembro? Tivemos o prazer de ter a bombshell Aurora D’Vine posando para as lentes da nossa querida Luiza Potiens, com a assistência da Rafaela Browne, que assina a coluna de Fotografia e de Arte da revista.

Externa02 (1)

A locação não poderia ser outra! Escolhemos a Fundação Ema Klabin, em São Paulo, para servir de cenário para o editorial ‘D’Vine’, da nossa edição especial de fim ano.

Processed with VSCOcam with f2 presetFoto: Luiza Potiens

A Fundação Ema Klabin é uma charmosa casa-museu no Jardim Europa (SP) que conta com mais de 1500 obras de arte de grandes artistas mundiais. Além disso, a casa também funciona como um polo cultural, e promove uma série de atividades gratuitas, como shows musicais, cursos, palestras, feira de trocas, oficinas de arte e bate-papo com diversos artistas. Um verdadeiro oásis dentro de São Paulo, e uma ótima opção de cultura e lazer.

02Dec2015_VM_Aurora_0002Foto: Luiza Potiens

Mas vamos à sua história! A casa, que possui mais de 900m², e foi inspirada no Palácio de Sanssouci, em Potsdam, na Alemanha, foi construída na década de 50 pelo engenheiro-arquiteto Ernesto Becker. Depois de anos, foi inaugurada em 1960; sendo que Ema Klabin viveu nela até 1994. Depois de sua morte, a casa passou a ser a sede da instituição (que leva o seu nome), e reúne sua inspiradora coleção de arte.

Galeria01

Sua coleção foi adquirida ao longo de mais de quatro décadas, em galerias e antiquários no mundo inteiro. Segundo o arquiteto Paulo de Freitas Costa, curador da Fundação, em seu acervo há peças de grande valor histórico, como “Vista de Olinda” (1650), de Frans Post, uma das primeiras pinturas feitas sobre o Brasil.

Além das obras de arte, destaque para a biblioteca, que possui um acervo de três mil volumes. Nela, há livros raros que englobam desde manuscritos até os primeiros exemplares do livro impresso, bem como relatos de viajantes europeus pelo Brasil datados do século XVI ao XIX.

02Dec2015_VM_Aurora_0346 (1)Foto: Luiza Potiens

Mas quem foi Ema? Ema Gordon Klabin nasceu no Rio de Janeiro, em 1907. Filha de imigrantes lituanos, teve uma participação ativa na vida cultural da cidade de São Paulo. Conhecida por sua grande admiração pela arte e pela música, integrou conselhos de museus, como o Masp, a Fundação Bienal (SP) e o Museu de Arte Moderna (SP). Também colaborou na criação do Museu Lasar Segall e na Fundação Magda Tagliaferro, além de ter sido sócia da Orquestra Filarmônica de SP e da  Sociedade Cultura Artística.

Sua casa era um ativo ponto de encontro de importantes personalidades do mundo da arte, e, hoje, promove atividades culturais e educativas, a maior parte com entrada franca. Podemos dizer que era como uma Gertrude Stein, que, em Paris, recebia personalidades como Hemingway e Picasso.

Ficou curioso pelo local? Aperte o play!

Cada ambiente tem um clima nostálgico interessante, que nos faz suspirar e imaginar como era estar naquelas épocas e viver a cultura com pessoas e artistas tão influentes.

Processed with VSCOcam with f2 preset
Foto: Luiza Potiens

Móveis, paredes, detalhes deslumbrantes e uma decoração vintage que foi perfeita para as fotos do nosso editorial-capa – que você pode conferir na íntegra aqui.

Por Diana Monteiro

Fotos: Luiza Potiens; e divulgação (Fundação Ema Klabin).

Nenhum comentário » Fundação Ema Klabin: história e arte

Deixe seu comentário